Postagem em destaque

Os Chamados, os Escolhidos e os oferecidos

quarta-feira, 9 de maio de 2018

O estilo de vida de um Discípulo

O estilo de vida de um Discípulo

                          João 20.1-10
-IntroduçãoCada pessoa tem seu estilo de vida e muitos seguem a moda de pessoas famosas ou tendências do momento. Mas tudo isso passa. Jesus veio ao mundo e deixou sua marca na vida das pessoas que mudaram completamente seu jeito de viver. Até hoje milhares de vidas são transformadas pelo poder do evangelho de Cristo (Romanos 1.16,17).
No trecho de João 20.1-10 encontramos algumas informações importantes:
Palavra-chave: outro discípulo (v.2, 3 4 e 8).
Verbo principal: ver (v.1, 5, 6 e 8).
Personagens: Maria Madalena, Pedro, João (outro discípulo) e Jesus.
Sem dúvida alguma os discípulos eram pessoas comuns, mas com a diferença de ter conhecido a Jesus. O texto bíblico de João 20 e 21 nos traz várias lições sobre o estilo de vida de um discípulo, mostrando o que os marcou após a ressurreição de Jesus mudando suas vidas definitivamente.
Num tempo em que as redes sociais buscam seguidores que são influenciados o tempo todo, precisamos aprender a viver um estilo de vida diferenciado seguindo o exemplo de Jesus.

Qual é o seu estilo de vida?

Vamos refletir sobre algumas características de um verdadeiro discípulo de Jesus:
1- Seguir Jesusv.1-3
Neste texto apresenta-se uma corrida dos discípulos em busca de Jesus, que havia morrido. Eles foram ao sepulcro. Primeiro chegou Maria Madalena, que logo voltou para contar aos demais discípulos. No mesmo instante Pedro e João correram para lá. João chegou primeiro e parou na porta do sepulcro. Pedro passou na frente e entrou para ver o túmulo vazio.
Este texto nos revela três tipos de discípulos:
Maria Madalena: aqueles que vêm Deus agir, mas não entendem (v.1);
Pedro: aqueles que correm demais e não conseguem perceber (v.3 e 6);
João: aqueles que buscam entendimento e creem no poder de Deus (v.8).
Quem você tem seguido?
Discípulo significa seguidor. Jesus está à sua frente? Ou você está tentando tomar a frente de Jesus (v.4). Muitas vezes perdemos o rumo e precisamos retornar seguindo os passos do mestre (I João 2.6). Deixe o Mestre marcar sua vida e transformar seu estilo de viver completamente para ser um verdadeiro discípulo de Jesus.
Seja um Discípulo: seguidor de Jesus!

domingo, 6 de maio de 2018

Trump é criticado por dizer que “a fé é mais poderosa que o governo”

Donald Trump

Vice-presidente afirma que oração é um hábito na Casa Branca


Depois que o presidente Donald Trump comemorou o Dia Nacional de Oração na Casa Branca nesta quinta-feira (3), ele assinou uma ordem executiva, criando uma “inciativa de fé”, que seria um programa federal visando estimular as atividades de grupos religiosos.
Em seu discurso no evento, Trump fez várias declarações, mas a frase “A fé é mais poderosa que o governo e nada é mais poderoso que Deus” não caiu bem para seus opositores. Para alguns políticos, a frase seria uma admissão de que o governo do republicano é “fraco”.
Ao mesmo tempo, parte da mídia americana alega que o presidente está violando a separação entre Igreja e Estado. Curiosamente, os mesmos meios de comunicação no passado elogiavam Barack Obama toda fez que ele pedia mais “tolerância” para com os muçulmanos e destinou milhões de dólares para programas “humanitários” em países do Oriente Médio, sem que houvesse qualquer fiscalização de como esses fundos eram utilizados.
A ordem executiva de Trump dá força para “aqueles que trabalham na promoção de programas comunitários, oferecendo soluções mais efetivas para a pobreza e cobrindo quaisquer falhas do poder executivo em garantir a proteção à liberdade religiosa”.

Oração é comum na Casa Branca,  Em entrevista à rede CBN, o vice-presidente Mike Pence explicou que a ideia é garantir que o governo federal seja “parceiro” de grupos religiosos em vários programas.

Ao ser criticado por estar beneficiando apenas cristãos, Pence disse que a iniciativa não é restrita a uma única confissão, mas que é natural que beneficie a religião majoritária dos americanos.
Ao falar sobre as acusações de hipocrisia, por Trump celebrar o Dia Nacional de Oração enquanto é acusado de comportamento sexual indevido, em relacionamentos com atrizes pornô, Pence diz que as pessoas não conhecem todos os fatos.
“As orações ocorrem regularmente na Casa Branca. Essa é uma das coisas mais significativas para mim, sejam reuniões públicas ou não, já perdi a conta do número de vezes que o presidente me cutucou, ou cutucou outro membro do gabinete e disse: ‘Vamos começar este encontro com oração’”, revela.
Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br/trump-a-fe-e-mais-poderosa-que-o-governo/