Postagem em destaque

Os Chamados, os Escolhidos e os oferecidos

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Interpretação de Sonhos


Interpretação de Sonhos

Tema: SONHO
“Porventura, não pertencem a Deus as interpretações? Contai-me o sonho"
Gênesis 40.8
-Introdução: O que é um sonho? A palavra sonho tem dois significados: o sonho que é uma visão noturna e o sonho que a pessoa imagina mesmo acordado. Um tipo de sonho é de olhos fechados e outro de olhos abertos. Todos os dois tipos de sonhos são importantes para a vida de qualquer pessoa, desde que sejam compreendidos corretamente.
Homens de Deus como José e Daniel tiveram o dom de interpretar sonhos e de administrar grandes projetos como um sonho de Deus. De nada adiantaria ficarem somente sonhando se não lutassem por seus ideais. Por isso precisamos aprender tanto a entender os sonhos que recebemos como gerenciar nossa própria vida em busca de nossos sonhos e objetivos.
Você sonha?
Vamos aprender um pouco mais sobre sonhos:


1- SONHAR DORMINDOJeremias 23.28 “O profeta que tem sonho conte-o como apenas sonho; mas aquele em quem está a minha palavra fale a minha palavra com verdade. Que tem a palha com o trigo? — diz o SENHOR”
O primeiro tipo de sonho é com olhos fechados. Um sonho é uma série de pensamentos, imagens ou emoções que ocorrem durante o sono. Durante o sonho parece que estamos vivendo uma realidade.
Os sonhos podem ser de origem:
-Natural ou humana (Eclesiastes 5.3), Pode ser fruto da imaginação ou até mesmo lembranças do passado que veem à tona do subconsciente para a mente.
-Divinos (Gênesis 28.12), Deus usa sonhos para se comunicar com o homem (Números 12.6), como fez com Faraó (Gênesis 41.1-10), Jacó (Gênesis 31.10-11), Salomão (1Rs 3.5) e tantos homens de Deus.
-Maligna (Deuteronômio 13.1-2; Jr 23.32), o inimigo tenta perturbar as pessoas com visões más. Contudo o diabo não pode fazer nada sem a permissão de Deus (Jó 1.6-12). Então se você vir algo maligno é para desmentir Satanás e destruir suas obras (I João 3.8).
Sonhos naturais são como a palha que logo o vento leva e perece. Mas sonhos espirituais são revelações de Deus que devem ser levadas a sério, tanto para ser repreendido se for algo maligno (Tiago 4.7), como confirmar um aviso de Deus (Mateus 2.12,22).
Como saber se um sonho é de Deus?

terça-feira, 17 de abril de 2018

Nossas emoções – Um jardim regado

Referencia:
(Isaías 58:11 – Marcos 4:30-32)
“Com que podemos comparar o reino de Deus? Que parábola podemos usar para isso? Ele é como uma semente de mostarda, que é a menor de todas as sementes, mas depois de semeada, cresce muito até ficar a maior de todas as plantas do jardim, com ramos tão grandes que os pássaros podem se abrigar á sua sombra.”
Emoções, lembranças registradas, fraquezas, qualidades, potenciais, debilidades, ações, reações, reservas, resistências, medos, ansiedade, valores, comportamentos etc…Esses são alguns tipos de sentimentos que fazem parte de nosso jardim. Para um jardim ter belas plantas com lindas flores, ele necessita ser bem cuidado, regado, acompanhado diariamente e os nutrientes necessários para o solo precisa ser posto na dosagem certa.

Assim também acontece conosco. Se não tivermos nosso coração (jardim) bem regado e cuidado, não cresceremos saudáveis e não produziremos belas flores. Mas se nosso jardim for cuidadosamente nutrido, cresceremos fortes, com flores belíssimas de admirar. Muitas de nossas decisões são tomadas inicialmente em razão do que sentimos ou acreditamos. Só depois paramos para pensar e justificar nossas escolhas. Na maioria das vezes o que sentimos no coração determinará nossas atitudes e ações. Jesus nos falou sobre ter um coração de criança, pois crianças são inocentes, crédulas e abertas às emoções. Pessoas que têm um relacionamento íntimo com Deus têm consciência de suas emoções. Ter coração de criança não é ser infantil, imaturo e recusar-se assumir responsabilidade pelas próprias ações.
Ter um coração de criança é assumir responsabilidade e ao mesmo tempo estar aberto e ser capaz de entregar-se as emoções.
Jesus usou muitas parábolas para desafiar a mente das pessoas. E através delas nos ensinou que para sermos grandes, precisamos ser pequenos. Para sermos líderes, precisamos servir.
Jesus amou, se irou, experimentou o medo, chorou de tristeza e viveu com coragem. Ele sabia quem era, e muitas vezes agiu motivado pelo que sentia (Mt 21:12-17) (Jo 11:28-42).
Nossas emoções nos levam a fazer as coisas que fazemos, por isso precisamos assim como Jesus saber quem somos, precisamos regar e cuidar bem de nosso jardim (coração) para que nossas plantas (emoções) sejam belas, saudáveis, com ramos grandes e viçosos (nossa presença) e produzam sombras onde os pássaros (pessoas) queiram estar.

HARPA CRISTÃ - 1 - CHUVAS DE GRAÇA.wmv

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Ser cheio do Espírito


Ser cheio do Espírito

-Tema: ESPÍRITO SANTO
Marcos 1.8-13
-Introdução: Alguns irmãos dizem que foram ‘visitados’ pelo Espírito Santo em momentos especiais. Entendo esta expressão como algo maravilhoso que sentimos quando a presença de é muito forte sobre nós. Contudo o Espírito Santo não quer apenas nos visitar e sim habitar em nossas vidas, nos enchendo e transbordando com seu poder e virtude.
O maior exemplo de vida cheia do Espírito é o próprio Senhor Jesus. Como Deus encarnado, sua vida era a plenitude do Espírito Santo. Algumas coisas que Jesus passou servem de exemplo para nós de como ser cheio do Espírito. Cristo não precisava ser batizado, nem orar, ler as Escrituras ou jejuar, mas fez tudo isso para nos mostrar como fazer. O Mestre não iniciou seu ministério oficialmente enquanto não recebeu o Espírito Santo em forma de pomba sobre Ele, para nos ensinar que primeiro precisamos do poder de Deus.
Como ser cheio do Espírito?
Vamos aprender como ser cheio do Espírito a partir do momento do Batismo de Jesus:


1- Ouvir a voz de Deus v.11ª “foi ouvida uma voz dos céus
A primeira característica de uma vida cheia do Espírito é ouvir a voz de Deus.
Jesus sempre ouviu a voz de Deus, mas naquele momento precisava de uma confirmação pública para seu ministério. Todos ouviram a voz que veio do céu falando com Jesus.
Na vida do cristão cheio do Espírito, tudo o que faz é direcionado por Deus. O Senhor passa a orientar sua vida “quando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus ouvidos ouvirão atrás de ti uma palavra, dizendo: Este é o caminho, andai por ele (Isaías 30.21). Ouvir a voz de Deus passa a ser algo natural para quem foi cheio do Espírito.
Você já ouviu a voz de Deus?
Fique atento ao que Ele falar com você!
                              

ASSISTA:
2- Nova identidade de Filho de Deus:v.11b “Tu és o meu Filho amado
A segunda característica de uma vida cheia do Espírito é assumir uma nova identidade de Filho de Deus.
Jesus era conhecido como um bom rapaz, trabalhador, filho de Maria, filho do carpinteiro José. Além de tudo isso ainda era respeitado por ser da descendência de Davi. Mas a partir daquele dia Jesus passou a ser notado como Filho de Deus. Ao sair daquela água, Jesus assumiu sua nova identidade e começou seu ministério.
João Batista ficava no rio Jordão estrategicamente esperando as pessoas virem buscar água, lavar roupas e panelas ou tomar banho todos os dias. Sempre que iam ao rio, lá estava o João pregando e batizando. Quando a pessoa saía pela rua toda molhada, as pessoa comentavam o que tinha acontecido e ficavam sabendo que passou pelo batismo e estava arrependida de seus pecados. Isso marcava a vida da pessoa, que mudava a partir daquele ato e tinha uma nova identidade de servo de Deus.
A vida de quem é cheio do Espírito Santo passa “receber poder de ser chamados filhos de Deus”(João 1.12).
Você sabe qual é a sua identidade espiritual?
Você é um Filho de Deus!