Postagem em destaque

Os Chamados, os Escolhidos e os oferecidos

quinta-feira, 29 de março de 2018

O verdadeiro significado da Páscoa

O verdadeiro significado da Páscoa

Ovos, chocolate, família... Todas essas coisas se tornaram parte da celebração da Páscoa mas não explicam seu significado. Como surgiu a festa da Páscoa? E por que celebramos? A Bíblia dá a resposta...

A origem da Páscoa

Tudo começou há muito tempo atrás, no Egito. Nessa noite, a tensão era alta. Os israelitas esperavam ansiosamente em casa pelo grande momento. Então, a meio da noite, o silêncio foi quebrado por gritos de desespero. E a ordem chegou. Estava na hora de partir.
Os israelitas tinham sido escravizados pelos egípcios mas Deus tinha prometido os libertar. Ele enviou pragas devastadoras sobre o Egito e fez grande milagres mas o faraó não libertou o povo. Por isso, Deus decidiu enviar uma última praga, mais terrível que todas as outras. Em uma só noite, o filho mais velho de cada casa no Egito seria morto.
Mas para os israelitas, seria uma noite de livramento.

quarta-feira, 28 de março de 2018

Símbolos da Páscoa


Símbolos da Páscoa

-Tema: PÁSCOA
“Celebrai a páscoa ao Senhor vosso Deus, como está escrito neste livro do pacto”. II Reis 23.21
   Para os cristãos, a Páscoa é a passagem de Jesus Cristo da morte para a vida: a Ressurreição. A passagem de Deus entre nós e a nossa passagem para Deus. Por isso, a Páscoa deve ser considerada a festa das festas, a solenidade das solenidades, celebrada dignamente com alegria. 
   Uma forma de celebrar, no sentido de 'se lembrar' é através dos símbolos que tê uma função didática de ensinar e recordar fatos impostantes. Contudo precisamos tomar cuidado para não usar símbolos errados ou de forma incorreta.

Infelizmente, esta data na maioria das vezes, é lembrada pelas famílias, inclusive cristãs, apenas pela distribuição de coelhos e ovos de chocolate, ou porque desconhecem o seu verdadeiro significado bíblico, ou porque preferem fazer-se de “inocentes”, a fim de evitarem maiores conflitos com os filhos, amigos ou familiares, que sempre insistem em dizer: “não há nenhum problema...”; “são apenas símbolos inocentes...”; “afinal de contas, todos praticam desta forma...”.

 Você conhece os símbolos da páscoa?

Vejamos os símbolos falsos, os adaptados e os verdadeiros símbolos da páscoa:

sexta-feira, 23 de março de 2018

4 coisas que não agradam a Deus

4 coisas que não agradam a Deus

Quando pensamos em pecado, muitas vezes associamos a coisas terríveis, como assassinato ou adultério. Mas também há várias coisas mais comuns que são pecado e não agradam a Deus. Só porque acontecem muito não significa que não tem problema. Todo pecado é ruim e devemos nos arrepender e pedir perdão a Deus quando reconhecemos esses erros em nossa vida.

1. Mentira

O Senhor odeia os lábios mentirosos, mas se deleita com os que falam a verdade. Provérbios 12:22
Uma mentira parece uma coisa tão pequena mas é Muito destrutiva! A mentira destrói a confiança e promove a injustiça. A Bíblia diz que o diabo é o pai da mentira, mas Jesus é a verdade. Mentir vem muito naturalmente mas não agrada a Deus e devemos tentar sempre falar a verdade com amor.

2. Indiferença

Se alguém tiver recursos materiais e, vendo seu irmão em necessidade, não se compadecer dele, como pode permanecer nele o amor de Deus? 1 João 3:17
Em meio à correria da vida, é muito fácil cair na indiferença. Aquela pessoa que está sofrendo do outro lado da rua ou do outro lado do mundo? Não é problema meu. Mas essa atitude é terrível! Não podemos resolver os problemas de todo o mundo mas o mínimo que podemos fazer, enquanto cristãos, é ter compaixão da dor dos outros. A indiferença é sinal de falta do amor de Deus no coração.

segunda-feira, 19 de março de 2018

7 sextas feiras da Justiça de Deus " Deus Julga Minha Causa"


7 sextas feiras da Justiça de Deus " Deus Julga Minha Causa" 

3 atitudes que impedem de viver uma vida feliz

3 atitudes que impedem de viver uma vida feliz

Todos querem ter uma vida feliz mas nem todos são felizes. Porquê? Se você ama Jesus e crê que ele é seu salvador, você tem todo motivo para viver feliz. Mas existem algumas coisas que roubam a felicidade...

1. Ingratidão

Bendiga o Senhor a minha alma! Não esqueça nenhuma de suas bênçãos! Salmos 103:2
Sua vida pode ser cheia de bênçãos, mas se você não tem gratidão no coração, nada lhe fará feliz. A ingratidão impede de desfrutar das coisas boas da vida. Quem é ingrato só consegue ver as coisas ruins e não valoriza as bênçãos que recebe.
Solução: agradecer a Deus, até pelas coisas pequenas.

2. Inveja

Pois onde há inveja e ambição egoísta, aí há confusão e toda espécie de males. Tiago 3:16
Inveja só traz confusão para sua vida! É muito fácil cair no erro de achar que a vida dos outros é sempre melhor. Em vez de ficar feliz, a pessoa com inveja fica irritada com o bem dos outros. Aí começam lutas para destruir a vida dos outros e competição exagerada pra ser melhor que os outros.
Solução: lembrar das coisas boas que você tem (veja o ponto 1) e amar os outros.

3. Desespero

Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Romanos 8:37
Nas dificuldades, o desespero diz não tem solução. O desespero diz que seus piores medos vão definitivamente acontecer. O medo do futuro toma conta da vida e tira toda a felicidade. Deus tem a solução, mas o desespero impede de ver nem confiar nele.
Solução: lembrar de todas as promessas de esperança de Jesus.
Mude essas 3 atitudes e viva mais feliz!

quarta-feira, 14 de março de 2018

O que está pesado?


O que está pesado?


-Tema: VIDA CRISTÃ
Gálatas 6.2 e 5
-Introdução: Até que ponto deve-se ajudar uma pessoa? Talvez você já tenha passado por uma situação em que foi ajudar alguém e a própria pessoa não estava disposta a fazer sua parte deixando todo o peso em suas mãos.
Estes dois versículos do mesmo trecho nos intriga porque parece uma contradição entre eles. Primeiro diz para ajudar o irmão a levar a carga (v.2) e depois ensina que cada um deve levar seu próprio fardo (v.5). Mas o texto não se contradiz e sim traz um rico ensinamento sobre a vida cristã. O segredo para entender a mensagem está no sentido das palavras carga fardo, usadas em forma de um trocadilho. O contexto se refere ao trato com as fraquezas do irmão e como ajudar além de estar sempre atento para as próprias dificuldades (Efésios 6.1-8).

Você precisa de ajuda?

Vamos aprender o sentido desta mensagem a partir das palavras-chave do texto:

1- CARGAv.2 “Levai as cargas uns dos outros e, assim, cumprireis a lei de Cristo”.
A palavra carga no original é bare1 [βάρη] “nas páginas do Novo Testamento utilizado somente no sentido figurado, uma carga... incômodo, peso”2.
Esta primeira palavra se aplica no sentido prático de ‘pesos’ que surgem na vida. Situações em que a pessoa vive problemas difíceis de suportar sozinho e por isso precisa de ajuda. Existem situações em que as pessoas não conseguem vencer se não tiver alguém para estender a mão e ajudar.
A Palavra de Deus nos ensina ajudar os irmãos que precisam de socorro (Romanos 12.13-21) e também tolerar os defeitos do nosso próximo (Romanos 15.1), seguindo o ensino de Cristo ao oferecer a outra face, andar a segunda milha ou doar a outra capa (Mateus 5.39-41).
A expressão “uns aos outros” [Ἀλλήλων = allélon], presente no versículo também é usada frequentemente no ensino cristão de que devemos suportar os irmãos no sentido de sersuporte que os sustente em suas fraquezas (Efésios 4.2Colossenses 3.13). Precisamos aprender a suportar mais nossos irmãos sendo mais tolerantes. Estas pessoas podem ser instrumento de Deus para nos moldar.
Devemos cumprir a lei de Cristo ao ajudar pessoas que precisam de socorro. Muitas vidas estão sofrendo tanto que não conseguem fazer nada e precisam de alguém que lhes dê apoio. Quando a pessoa está bem é cercada de amigos, mas quando estão na pior todos abandonam (Lucas 15.13-14).
Ajude seu irmão ao levar sua carga!

2- FARDO: 

v.5 “Porque cada um levará o seu próprio fardo”.
A expressão grega para fardo é phortion3 [φορτίον], palavra no diminutivo que se referia a uma parte da carga de um navio. A expressão no “Novo Testamento, usada em sentido figurado a respeito do peso das observâncias cerimoniais”, mas também “a respeito das próprias responsabilidades e falhas” 4.
Esta segunda palavra se refere ao sentido estritamente religioso ou espiritual. O termophortion ou fardo é usado por Jesus para falar das tradições e rituais humanos impostos pelos homens (Mateus 23.4). Isso nos mostra que significa um peso que nós mesmos procuramos e, portanto de nossa própria responsabilidade. A primeira palavra do versículo é ἕκαστος = ékastos, significa ‘cada um’ e no v.3 é traduzida como ‘si mesmos’, o que indica a individualidade.
O fato de fardo (phortion) ser um diminutivo representando apenas uma parte de toda a carga de um navio, também mostra que o fardo pode ser uma coisa pequena que é considerada grande. Em muitos casos a pessoa engrandece seu problema e acha difícil assumir seus próprios compromissos. Por isso o apóstolo insiste em todo o contexto sobre a seriedade da vida cristã (Leia Efésios 6.1-8).
Jesus usou esta expressão quando disse que seu “fardo é leve” em Mateus 11.30 para nos ensinar que nos ajuda livrando-nos do “peso do pecado” (Hebreus 12.1). Deus nos promete que nossa tentação é puramente humana e nunca será maior que possamos suportar (I Coríntios 10.13). Também devemos enfrentar a provação com perseverança sabendo que Deus nos fortalece (Tiago 1.12).
Desde que a humanidade pecou tem o hábito de lançar a culpa nos outros, como Adão fez com Eva e esta com a serpente (Gênesis 3.1-8). Isso é uma tentativa de isenção da responsabilidade para não assumir as consequências. Além disso, Jesus deixou claro que“seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno” (Mateus 5.37), ensinando que devemos cumprir nossos votos diante de Deus ou compromissos com os homens (Eclesiastes 5.2-6).
Assuma suas responsabilidades diante de Deus!

Jesus nos ajuda a levar o jugo!

-CONCLUSÃO:
A cada dia se torna mais difícil a prática da vida cristã. Muitas pessoas estão acomodadas exigindo dos outros sem fazer nada. Junto a isso ainda tem igrejas e pregadores que ensinam um evangelho de facilidades sem compromisso. Consequentemente há um acúmulo de tarefas sobre poucas pessoas (Mateus 9.38). Ainda assim não podemos nos isentar de nossa responsabilidade de ajudar todos que estão ao nosso alcance além de cumprir nossos compromissos5. Somente Deus nos ajuda e fortalece “bendito seja o Senhor que, dia a dia, leva o nosso fardo! Deus é a nossa salvação” (Salmo 68.19).

Leve o seu próprio fardo e ajude seu irmão a carregar sua carga!

quinta-feira, 8 de março de 2018

O problema do Mundo: PECADO

O problema do Mundo: PECADO


-Tema: PECADO
I João 1.5-10 e 2.1,2
-Introdução: Se formos discutir problemas do mundo teríamos muitas coisas para falar, sobre crise, fome, corrupção, violência, etc. Mas o maior de todos os problemas do mundo ser resume em um só: o PECADO.
Obs.: O que é o pecado? É a ‘separação’ (Isaías 59.2) causada pela desobediência a Deus. Significa Errar o Alvo e deixar de fazer o bem (I João 3.4 e Tiago 4.17). Que é o perdão? Perdoar e perder a razão ou direito de justiça. E amar alguém que faz o erro e esquecer o que fez (Miquéias 7.19 João 3.16).
Jesus pregava o Arrependimento dos pecados como a solução para os problemas das pessoas, por isso ao curar alguém sempre dizia: “estão perdoados os teus pecados”.
Como solucionar o problema do pecado?
Muitas soluções são discutidas sobre os problemas do mundo, mas para o pecado a solução é: o perdão oferecido por Cristo na cruz.

1- Andar na LUZ: v.5-8
Deus nos chama para andar na luz da verdade. Quando Deus criou o mundo, a primeira coisa que disse foi: “haja luz” e Ele viu que a luz era “boa” e fez separação entre as trevas e a luz. Jesus e a verdade e luz do mundo.
Andamos na luz quando obedecemos a Deus. Isso nos faz ter comunhão com Deus e com os homens.
Sem luz não sabemos nem vemos nada, e somos enganados pela mentira, mas diante da luz há certeza e verdade.
v.8-10 não podemos dizer que não somos pecadores, por que isso é mentira e é pecado. Segundo I João 3.6 o servo de Deus “não vive pecando”, mas é um pecador. Como no caso de Ananias e Safira, que não se arrependeram de seu erro e morreram. Deus sabe tudo porque Ele é a luz e a verdade.

2- Confessar os pecados: v.9
O mundo sempre quer arrumar uma desculpa, um motivo para o pecado, como Adão que colocou a culpa em Eva e esta colocou a culpa na serpente. Deus não aceitou suas desculpas. Desculpar é diferente de perdoar. Pedir desculpa é o mesmo que não ter mais culpa, porém o erro continua já perdoar é apagar o erro. Nunca dê desculpas ou culpe alguém.
Deus é amoroso e quer perdoar, mas é preciso reconhecer o erro. Aquela mulher samaritana no poço de Jacó confessou seu pecado e recebeu o perdão.
Isaías 1.18 - Deus nos chama para conversar e quer nos perdoar totalmente.
Para confessar os pecados e preciso ter humildade para se arrepender sinceramente. Dar o nome do pecado, dizer o que fez e sempre (todos os dias) fazer um exame pessoal e confessar seus erros ao Senhor Jesus que ouve e perdoa.

3- Receber o perdão: 2.1,2
Jesus é a garantia do perdão!
Jesus nos dá a certeza do perdão porque Ele veio pessoalmente nos perdoar e está intercedendo por nós. A prova disso é que o Seu Espírito nos convence do pecado, (João 16.8-11).
Pedro foi avisado de que negaria ao Senhor Jesus, mas não foi humilde para reconhecer que é fraco e pedir ajuda. Ele foi arrogante, mas Jesus o perdoou.
Deus nos avisa de que somos pecadores e nos perdoa se confessarmos e nos arrependermos.

Cuidado com o PECADO! Ele mata!
-CONCLUSÃO: I João 2.15-17 (Tiago 4.4)
Precisamos deixar as coisas do mundo e buscar as coisas de Deus. Ter cuidado com a amizade do mundo por que ela e inimizade contra Deus.
Como diz a frase “ou a Bíblia te afastará do pecado ou o pecado te afastará da Bíblia”.